no cover -  
  • Lyrics
  • Information
  • Top Tracks
  • Related Tracks
  • Related Artist

GROGNation - Calcanhar

[Letra de "Calcanhar"]

[Verso 1: nastyfactor]
Acredita, até levitas quando o pecado aparece
Enlouqueces, nem hesitas, ficas cego fast (Cego)
Brita, sexo, guita ou sucesso, até que o ego cesse
Nada te limita o acesso, és loucura, excesso
So pushing to the edge, quantidades que tu nunca medes
Sem cuidados quando tu te excedes
Na noite vale tudo, até ao céu não há tetos
Nem medos nem afetos, até o diabo dá-te match
Eu cá 'tou rodeado dе enviados dele, mano, еu juro
A querer brincar com a minha cabeça, eles sabem que eu sou puro
Querem baixar a minha defesa, deixar-me inseguro
Para ver se eu me enturmo e me foda no futuro
Mas não me posso bater de santo se no sangue já trouxe tanto
Dessa safadeza incessante, sempre atrás do adoçante
É que eu não sei o que suplante ou seja mais interessante
Que trincar a maçã de mente sã, portanto eu

[Refrão: Harold]
Tenho vindo a fingir que todos os dias 'tou na boa
Fazes-me agir como quase outra pessoa
Juro, já nem penso nesse mal que fazes
Sim, eu bato mal, não quero que bazes
Viraste o meu calcanhar de Aquiles
You might also like[Verso 2: PRIZKO]
Eu tenho, tu tens, mas não te ataco
Estamos todos em pé de igualdade, taco a taco
Não é meu dever rever o teu ou dar destaque
Se eu escrever e ferver, passo o meu ponto fraco
Abro o saco, p’ra me precaver tenho o meu escape
Sem grande aparato, não me vou envolver em disparate
Fico fulo, fico farto, dá-me um minuto, deixa de ser chato
É de prever que sou eu que estipulo o que como do prato
É um insulto se falas mal do culto do qual faço parte
Desvinculo, não dou cavaco a todo o inculto ou fala barato
Poupa me o diálogo para que não hiperventiles
Não sou eu quem vai calcar-te o calcanhar de Aquiles

[Verso 3: Papillon]
Se passas por mim, eu não aguento, eu assumo
Vou de olhos fechados só a seguir o teu perfume
Os boys tentam me avisar mas eu não lhes levo a sério
Porque ao pé de ti perco a noção, perco o critério
És o inferno e o paraíso quando chegas mais perto
Meu Deus, porque é que eu não nasci mais esperto?
Porque isto é errado e eu não quero 'tar certo
Isto é errado e eu não quero 'tar certo, aah

[Refrão: Harold]
Tenho vindo a fingir que todos os dias 'tou na boa
Fazes-me agir como quase outra pessoa
Juro, já nem penso nesse mal que fazes
Sim, eu bato mal, não quero que bazes
Viraste o meu calcanhar de aquiles
[Verso 4: Harold]
Não me ligues, eu ‘tou cansado
Juro, eu fiz um pacto
Já fui um homem fraco, mas ‘tou como novo
Deixa-me no canto, agir como um santo
Deixa me sonhar apenas que te provo
Deixa-me tentar viver longe de ti
P’ra depois contar que já te resisti
Tantas quantas quase liguei a seguir
Só p’ra dizer: “Já não consigo ‘tar sempre a mentir”
(Deixas-me fraco)
Jogas de pé em riste, isso é contra lei (Contra lei)
Ela puxa, eu resisto, e nem ponta dei (Ponta dei)
Nessas curvas despisto e nem volta dei
Mas se bazas eu logo frito, então volta, bae (Volta)
Perdi amizades, gastei a poupança
Só porque tu me fazes ter feelings de uma criança
Passei várias fases, tu sabes, ‘tiveste dentro
É tanto mal que me trazes, mas sabes, eu volto sempre

[Refrão: Harold]
Tenho vindo a fingir que todos os dias 'tou na boa
Juro, já nem penso nesse mal que fazes
Sim, eu bato mal, não quero que bazes
Já 'tive melhor, mas em muitas fases, hey
Viraste o meu calcanhar de aquiles
Viraste o meu calcanhar de aquiles
Juro, já nem penso nesse mal que fazes
Sim, eu bato mal, não quero que bazes
Já 'tive melhor, mas em muitas fases
Viraste o meu calcanhar de aquiles

Advertisement
Bands you might like

Slow J

Bispo

ProfJam

Lhast


Comments
avatar